Diet, Light ou Zero : Fique de Olho !!

         Muitas são as dúvidas à respeito das diferenças entre produtos diets, lights e zero. Para facilitar a identificação dos produtos por parte do consumidor, os fabricantes devem especificar o perfil do produto na embalagem e destacar a palavra diet, light ou zero. Por sua vez , o consumidor deve conhecer as diferenças e verificar os rótulos antes da compra. Entenda estas diferenças e a importância de escolher corretamente os produtos de acordo com suas necessidades.

 

  • Diets : são alimentos desenvolvidos para pessoa com alguma necessidade fisiológica especifica. Por exemplo, os diabéticos necessitam de isenção do açúcar refinado, os hipertensos precisam de redução ou isenção de sódio no alimento e pessoas com doença celíaca não podem ingerir glúten. É obrigatório que o rótulo tenha a especificação do ingrediente que foi retirado ou substituído da formulação. A confusão começa quando as pessoas acreditam que, ao usar os produtos diet irão perder peso. Isso é um erro, porque nem sempre ocorre a redução de calorias nos alimentos. É importante destacar que os produtos diet não são sinônimos de remédio, ou seja, que são para uso somente de pessoas com doenças diagnosticadas. Afinal, existem aqueles indivíduos que desejam apenas ter uma boa alimentação.

 

  • Light : os produtos com a denominação light são alimentos desenvolvidos para pessoas que visam a qualidade de vida e manutenção da saúde. Apesar do termo em inglês light significar leve, os produtos não tem necessariamente o objetivo de contribuir para a perda de peso. Não é porque são light que promovem a redução de calorias na fórmula. O produto light deverá ter pelo menos 25% a menos de certo ingrediente em relação à receita original. Pode ser, por exemplo, 25% ou mais na redução de calorias, 25% ou mais na redução da lactose, 25% ou mais de redução de sódio e assim por diante.

 

  • Zero : esses alimentos foram desenvolvidos como opção para os que buscam a isenção de determinado ingrediente. Por exemplo : isenção de açúcar ou de gorduras como conseqüente redução de calorias ou isenção de um ingrediente em relação à receita original. Os refrigerantes 0% de açúcar podem ser consumidos por diabéticos. Lembrando que o zero pode também ser diet ou light.

 

Fique de Olho!!!

  • O consumo abusivo de produtos light que substituem o açúcar por adoçantes pode trazer desconfortos gástricos.
  • Se você quer consumir este tipo de produto, leia sempre o rótulo para saber qual ingrediente foi alterado em relação à fórmula original. Por exemplo, há queijos que perderam gordura, mas ganharam sal. Assim, não devem ser consumidos por pessoas com pressão alta. Se tiver dúvidas, ligue para o serviço de Atendimento ao Consumidor informado no rótulo do produto.
  • Os chocolates diet engordam tanto quanto o normal, pois não tem açúcar, mas possuem mais gordura que as versões comuns.
  • Se quem deseja perder peso passar a consumir apenas refrigerante zero em grande quantidade, certamente não perderá peso algum.
  • Tudo o que é consumido em excesso pode trazer algum prejuízo para a saúde. O que determinará o excesso é uma boa avaliação nutricional e a orientação específica para cada pessoa. Claro que há o grupo de risco como as gestantes, por exemplo. Se consumidos em excesso, o ciclamato e a sacarina podem oferecer riscos ao bebê. Essas substâncias atravessam a barreira placentária.
  • Não consuma alimentos diet, a menos que você esteja passando por alguma dieta restritiva, por orientação médica, que o impeça de ingerir determinados nutrientes. E também, não abuse dos light. Devido a quantidade de edulcorantes presentes nestes alimentos, eles só devem ser ingeridos com moderação e orientação médica.
  • O melhor mesmo é beber água pura, comer alimentos integrais, frutas, verduras, nozes e castanhas, e não exagerar no consumo de produtos diet, light ou zero.